Gestão de Qualidade

Por Patrícia Machado Pinto  27/05/2021

O cenário competitivo, fruto da globalização, demanda das organizações constante aprimoramento em termos de utilização de instrumentos e conceitos gerenciais modernos, eficientes e eficazes. O Brasil, 12° economia do mundo, também trabalha para construir e aprimorar redes e conexões que reduzam distâncias e facilitem afinidades econômicas entre países e pessoas do mundo todo. A qualidade, como conceito, é conhecida há anos, porém, só recentemente ela surgiu como função de gerência e passou a fazer parte do contexto das organizações, independentemente do ramo de atividade e abrangência na atuação pública ou privada. A Gestão de Qualidade, área de relevância indiscutível nas organizações, consiste de um sistema que planeja, organiza, controla e disciplina ações corretivas, na busca contínua da perfeição através de melhorias. O foco na produtividade, na otimização, nos processos e nos clientes, além da forte influência das normas de gestão e especialmente da responsabilidade socioambiental, possibilitam o incessante aprimoramento das empresas que buscam maiores níveis de competitividade.

Os profissionais envolvidos no laboratório clínico possuem responsabilidade e compromisso básico de assegurar a confiabilidade de nossos resultados. Todo processo passa por constante verificação no sentido de produzir dados confiáveis e exatos em todas as fases de análises (pré-analítica, analítica e pós-analítica), favorecendo o correto diagnóstico.  

A Gestão da Qualidade laboratorial, Biossegurança e Ambiente constituem, hoje em dia, critérios e requisitos que devem ser cumpridos em atendimento às normas nacionais e internacionais que regem a organização de laboratórios de ensaios, tanto para pesquisa quanto para prestação de serviços. Além disso, os enfrentamentos para implantação da Gestão desses elementos, são complexos, envolvendo aspectos de natureza cultural, infraestrutura, investimentos financeiros permanentes, monitoramento e avaliação. 

O emprego de novas tecnologias e os processos de mudança na organização das empresas, visando uma maior competitividade, passaram a requisitar uma qualificação mais aprofundada dos trabalhadores, com adoção de medidas destinadas ao conhecimento e ao controle dos possíveis riscos oferecidos pelo trabalho científico ao ambiente e à vida. A formação de excelência de profissionais lotados em setores envolvidos com atividades de risco reduz drasticamente as chances de ocorrência de acidentes que podem trazer consequências danosas à saúde de pessoas, de animais, e   ao ambiente.

A Gestão da Qualidade é um tema constantemente presente nos meios acadêmicos e empresariais e têm como objetivos, a confiabilidade dos produtos, processos e/ou serviços. Os processos da qualidade, devidamente aplicados, contribuem para a organização e disciplina, e consequentemente, para a segurança no trabalho ao minimizar os riscos à saúde dos trabalhadores.

A implementação do sistema, ou seja, a colocação dos procedimentos em prática, é dinâmica e deve ser feita à medida que eles vão sendo desenvolvidos, o que possibilita a identificação da necessidade de ajustes. A etapa de implantação envolve atividades como: treinamento, implantação e revisão de procedimentos, instruções e documentos de trabalho; treinamento de auditores internos; auditoria interna; análise de auditorias, e definições de planos de ações e acompanhamento de ações de melhoria (análise crítica). A implantação de um Sistema de Gestão da Qualidade requer necessariamente o cumprimento dos requisitos de Biossegurança e de Ambiente, já a aplicação dos princípios e objetivos da Biossegurança e o gerenciamento dos resíduos respectivamente, independem da implantação de um sistema de Gestão da Qualidade. 

Os progressos científicos e tecnológicos, que permitem que se altere de modo racional a composição genética dos organismos vivos, permitiram o surgimento da era da biotecnologia. No entanto é fundamental garantir o rigor ético e a segurança dos profissionais envolvidos com o seu desenvolvimento, a segurança da população e do ambiente de maneira a serem socialmente sustentáveis. Os avanços biotecnológicos proporcionaram a implementação de metodologias mais precisas e seguras na construção de produtos e entrega de serviços. A busca pela excelência na qualidade dos produtos e serviços resulta na crescente procura por laboratórios acreditados. O processo de acreditação garante formalmente que a organização pode demonstrar sua competência técnica em conformidade com os padrões nacionais ou internacionais.

A qualidade já foi um diferencial, agora é um elemento indispensável para a sobrevivência das organizações, é uma questão de cultura alcançada somente quando as pessoas entendem que ela é um valor estratégico.

Referências:

1.  Marshall Junior, I. et. al. Gestão da Qualidade e Processo. Rio de janeiro: editora: FGV, 2012.

2. Abrantes, J. Gestão da Qualidade Total. Rio de Janeiro: Editora Interciência, 2009.3. Carvalho, Monteiro, M. et. al.Gestão da Qualidade. Teoria e casos. Rio de Janeiro: Elsevier, 2005.

Receba novidades da Target direto no seu e-mail.

gdpr-image
Este site utiliza cookies para melhorar a sua experiência. Ao navegar, você concorda com a nossa Política de Privacidade.
Leia mais