Painel Molecular Ampliado: um dos melhores exames para o diagnóstico de ISTs
Pesquisadora usando tubos de ensaio.

Infecções sexualmente transmissíveis (ISTs), como clamídia, gonorreia, sífilis, tricomoníase, herpes genital e cancro mole, são condições que demandam diagnósticos rápidos e precisos pois, quando não tratadas de forma correta, podem levar a complicações que comprometem a saúde sexual e reprodutiva das pessoas afetadas.

Entre os métodos disponíveis para diagnosticar as ISTs, os exames moleculares se destacam, pois são sensíveis (capazes de detectar os patógenos mesmo em pequenas quantidades e no início da infecção), específicos e rápidos. Esses testes se baseiam na busca do material genético dos patógenos na amostra.

Os painéis moleculares são exames em que vários testes moleculares são agrupados, sendo realizados ao mesmo tempo em uma amostra retirada do paciente. Dessa forma, quando usados para as ISTs, é possível analisar simultaneamente a presença de vários patógenos causadores de Infecções Sexualmente Transmissíveis e ter uma resposta mais completa sobre a condição da pessoa testada. 

Neste artigo, você vai entender melhor por que o uso de painéis moleculares é altamente recomendado para a investigação de uma suspeita de IST.

Acompanhe!

.

Como diagnosticar ISTs?

.

Existem diferentes exames de análises clínicas laboratoriais convencionais para o diagnóstico das infecções sexualmente transmissíveis, porém, esses procedimentos apresentam alguns pontos negativos:

Na sorologia, que é feita por meio da coleta do sangue, não se pesquisa o patógeno, mas sim o anticorpo contra ele. Apesar dessa técnica ter boa especificidade, sua sensibilidade deixa a desejar, porque nem todos os indivíduos que têm o patógeno produzem o anticorpo em quantidade suficiente ou no tempo adequado para ser detectado no sangue.

Já os exames de cultura possuem boa sensibilidade e especificidade para grande parte dos patógenos, mas o tempo de liberação do resultado é muito grande. 

Por isso, para diagnóstico preciso e precoce das ISTs, os testes moleculares baseados na reação em cadeia da polimerase (PCR) em tempo real são métodos altamente recomendados.

.

Tratamento sindrômico x Tratamento direcionado por testes moleculares

Os testes moleculares são considerados ferramentas diagnósticas valiosas no campo médico porque contribuem para uma mudança de paradigma entre o chamado tratamento sindrômico e o tratamento direcionado.

Na abordagem sindrômica, as ISTs são tratadas com base na avaliação clínica dos sintomas apresentados pelo paciente, como corrimento, úlceras genitais ou uretrite, sem a realização de testes específicos para identificar a causa da infecção.

Porém, muitas ISTs são assintomáticas, e algumas infecções podem apresentar sintomas semelhantes, o que poderia levar a diagnósticos errados e tratamentos inadequados.

A utilização dos testes moleculares mudaram positivamente esse cenário, pois esses exames permitem a identificação específica dos agentes causadores das ISTs, como bactérias, vírus, fungos e protozoários. Isso é feito através da detecção de seu material genético no organismo do paciente. Esses testes são mais específicos e sensíveis, o que contribui para a detecção precoce e precisa das infecções, mesmo em casos assintomáticos.

A adoção dos testes moleculares permite a realização de tratamentos direcionados de forma eficaz, com medicamentos específicos para combater o patógeno causador da infecção. Com isso, é possível reduzir a disseminação das infecções sexualmente transmissíveis e suas complicações no longo prazo.

Os tratamentos direcionados por testes moleculares oferecem uma abordagem mais individualizada , garantindo cuidados mais efetivos para as ISTs.

.

>>> Veja também – ISTs no Brasil: o que fazer para se proteger e tratar?

.

Por que os painéis moleculares são ferramentas diagnósticas poderosas

Painéis moleculares são ferramentas de biologia molecular utilizadas para a análise simultânea de vários alvos, em geral relacionados a um conjunto de sintomas ou tipo de doença, aumentando as chances de se alcançar um diagnóstico definitivo por meio de apenas um exame.

Através de múltiplas análises do DNA e do RNA presente em uma amostra coletada do paciente é possível investigar doenças genéticas e infecciosas. Normalmente, quando se fala em painel molecular, a técnica utilizada é a Reação em Cadeia da Polimerase (PCR) em tempo real.

.

Diferenciais dos painéis moleculares

Os painéis moleculares multiplex são considerados uma revolução na área médica porque trazem uma série de benefícios para a investigação, diagnóstico e tratamento de diversas doenças. 

Uma das principais vantagens desse tipo de exame é a possibilidade de realizar vários testes a partir de uma única amostra, o que minimiza a quantidade de material coletado do paciente para fazer as avaliações. Para exames realizados em amostras de difícil coleta ou de baixo volume (como líquor e humor aquoso), por exemplo, os painéis moleculares são, muitas vezes, a única forma de fazer análises múltiplas e complexas. 

O uso de painéis moleculares permite com maior facilidade a identificação de coinfecções (quando mais de um tipo de patógeno está presente causando doença), o que é menos comumente verificado quando as análises são feitas separadamente.

.

👉 Flurona: um caso real de coinfecção identificado por um Painel Molecular Respiratório

.

Além disso, esses exames costumam ter prazo para a entrega do resultado bem reduzido, quando comparado ao tempo necessário para realização de vários testes isolados. 

Em conjunto essas vantagens fazem com que o uso de painéis moleculares ajude os médicos a definirem de forma mais assertiva a conduta adotada (aumentando as chances de sucesso do tratamento escolhido), reduz gastos desnecessários com internações, medicações e outras intervenções e, por consequência, melhora a experiência do paciente.

.

>>> Saiba mais – Painéis moleculares: o que são e para que servem?

.

Vantagens dos painéis moleculares para ISTs

Algumas das principais vantagens dos painéis moleculares multiplex para o diagnóstico preciso e precoce das infecções sexualmente transmissíveis, são:

Sensibilidade: Exames que utilizam a reação em cadeira da polimerase (PCR) permitem detectar o material genético do patógeno mesmo em quantidades muito pequenas.

Especificidade: O teste utiliza da amplificação de regiões específicas do patógeno, o que garante a acurácia do resultado, ou seja, que o alvo detectado é de fato o correto.

Teste “in situ”: O patógeno é buscado no local em que ele de fato está, como urina, sêmen e secreções.

Esses três fatores garantem que o valor preditivo –– tanto negativo quanto positivo –– seja muito alto. Isso significa que, quando o resultado dá negativo, a chance do paciente não ter nenhum patógeno é altíssima. Da mesma forma que quando um alvo é detectado, a chance de ser do patógeno buscado é muito grande.

Além disso, o PCR em tempo real também é um ótimo método para a triagem de pacientes assintomáticos, pois detecta com grande sensibilidade os microrganismos, mesmo quando estão em baixa concentração e é capaz de entregar os resultados com bastante rapidez, garantindo que o tratamento correto seja iniciado o quanto antes.

.

>>> Saiba mais – Clamídia e Gonorreia: o que você precisa saber

.

Painéis moleculares: Target Medicina de Precisão!

.

Conheça melhor o Painel Molecular para Infecções Sexualmente Transmissíveis mais completo da Target Medicina de Precisão:

Quais microrganismos é capaz de investigar?

Chlamydia trachomatis: bactéria causadora da clamídia, que está relacionada a corrimento e sangramento anormal, doença inflamatória pélvica e infertilidade, em casos mais graves. 

Mycoplasma genitalium: bactéria que pode causar diversas doenças em homens e mulheres, como uretrite, inflamação dos testículos, próstata ou útero, entre outras.

Mycoplasma hominis: bactéria que pode causar uretrites, vaginoses, cervicites e doença inflamatória pélvica (DIP). 

Neisseria gonorrhoeae: bactéria causadora da gonorreia, provocando corrimento, dor ao urinar e durante a relação sexual, sangramento, entre outros quadros em homens e mulheres.

Trichomonas vaginalis: protozoário encontrado com mais frequência na região genital feminina e que causa irritação, corrimentos vaginais e, por vezes, sintomas urinários.

Ureaplasma parvum e urelyticum: bactérias que podem causar inflamação e infecção da região genital, tanto em homens quanto em mulheres.

Haemophilus ducreyi: bactéria causadora do cancro mole, com úlceras dolorosas e purulentas na região genital e anal de homens e mulheres.

Treponema pallidum: bactéria causadora da sífilis, que pode evoluir com importantes complicações neurológicas, se não adequadamente tratada.

Herpes simplex vírus dos tipos 1 e 2: vírus associados a lesões genitais mucocutâneas (herpes genital).

.

Quais tipos de material podem ser analisados no exame?

✅ Secreção vaginal, uretral, endocervical e anal: A amostra é colhida em procedimento realizado pelo médico ou técnico treinado, utilizando kit de coleta fornecido pelo laboratório.

✅ Amostras vaginais também podem ser colhidas pela própria paciente utilizando kit de autocoleta específico para esse fim, fornecidos pela Target Medicina de Precisão para seu conforto e praticidade.

✅ Sêmen: A amostra é obtida pelo próprio paciente por estimulação local, via masturbação, com coleta do material ejaculado em um frasco coletor universal estéril.

✅ Urina: A coleta é feita pelo próprio paciente, de forma não invasiva e simples, seguindo instruções simples fornecidas pelo laboratório.

Com discrição e privacidade, nossos profissionais são treinados para fornecer o melhor atendimento ao cliente, inclusive durante a coleta dos materiais para análise.

.

Quanto tempo demora para que o resultado saia?

Sem demora! Na Target seu resultado é entregue em até 24 horas.

——————————–

A Target é referência em exames de biologia molecular no estado de Minas Gerais e oferece uma ampla gama de exames moleculares para diagnóstico de infecções, apoiando hospitais, médicos e pacientes na busca por diagnósticos precisos e confiáveis. 

Conheça outros exames para infecções sexualmente transmissíveis oferecidos pela Target Medicina de Precisão:

Painel Molecular para Clamídia e Gonorreia

Chlamydia trachomatis, PCR qualitativo

Neisseria gonorrhoeae, PCR qualitativo

.

.

Contamos com um time de profissionais especializados e dedicados a prestar sempre o melhor atendimento para você.

Receba novidades da Target direto no seu e-mail.

(031) 2531-2200
relacionamento@tgt.life

Save as PDF

COVID19U

Painel Molecular Ampliado: um dos melhores exames para o diagnóstico de ISTs

Setor

Material

Sinônimos

Método

Recipientes de coleta

Instruções de coleta

Instruções de conservação e envio

Documentação necessária

Aplicação clínica

Critérios de rejeição de amostra

Dias de recebimento de amostras

Prazo de entrega

Revisão: v2 (31/05/2022)