(031) 2531-2200
relacionamento@tgt.life

ADVQL

Adenovírus, PCR Qualitativo

Setor

INF – INFECTOLOGIA

Material

Sangue total, escarro, lavado broncoalveolar, lavado brônquico, secreção orofaríngea, secreção traqueal, secreção ocular, urina, líquido pleural, líquido pericárdico, líquor e fezes

Sinônimos

PCR para adenovírus humano; Pesquisa de adenovírus por PCR; Detecção molecular de HAdV; Adenovírus, pesquisa do DNA

Método

Reação em cadeia da polimerase em tempo real (qPCR)

Recipientes de coleta

Sangue total: tubo com anticoagulante EDTA (não usar tubo com heparina).

Escarro, lavado broncoalveolar, lavado brônquico, secreção orofaríngea, secreção traqueal, líquido pleural, líquido pericárdico, secreção ocular, líquor, urina, e fezes: frasco para transporte de amostra estéril.

Instruções de coleta

Sangue total: coletar de 4 a 5 mL de sangue periférico em tubo com EDTA. Após a coleta homogeneizar para evitar a coagulação. Coletar de forma asséptica.

Escarro, lavado broncoalveolar, lavado brônquico, secreção orofaríngea, secreção traqueal, líquido pleural e líquido pericárdico: coletar o volume mínimo de 2 mL em frasco apropriado para amostra biológica, estéril, com tampa de rosca.

Secreção ocular e líquor: coletar o volume mínimo de 1 mL em tubo estéril.

Urina: coletar em tubo estéril, no mínimo, 2 mL do jato médio. Preferencialmente colher a primeira urina da manhã, ou com intervalo mínimo de 4 horas após a última micção;

Fezes: coletar frações de fezes em diferentes partes do bolo fecal e acondicionar em frasco estéril, seco e sem aditivos. As fezes devem ser frescas, recém eliminadas.

Instruções de conservação e envio

Sangue total, escarro, lavado broncoalveolar, secreção orofaríngea, secreção traqueal, secreção ocular, urina e fezes: a amostra deverá ser conservada e transportada até o laboratório de forma refrigerada (2 a 8 ºC), no prazo máximo de 5 dias após a coleta; Lavado brônquico, líquido pleural, líquido pericárdico e líquor: a amostra deverá ser conservada e transportada congelada (0 a -20 ºC), sendo entregue ao laboratório no prazo máximo de 28 dias após a coleta.

Documentação necessária

  • Todos os exames devem ser cadastrados no MatrixNET (http://exames.tgt.life), indicando no campo apropriado, os dados clínicos do paciente e hipótese diagnóstica.
  • Informar contato do médico solicitante, caso haja necessidade de algum esclarecimento adicional ou retorno de resultado crítico.

Aplicação clínica

Infecções por adenovírus são muito frequentes na população em geral, estando relacionadas à apresentações clínicas variáveis que incluem sintomas respiratórios e gastrointestinais, geralmente autolimitados, podendo evoluir com gravidade em situações pontuais. Diferentes infecções com curso clínico semelhante são comuns, sendo o diagnóstico definitivo de uma adenovirose dependente da detecção do DNA viral na amostra clínica avaliada.

Critérios de rejeição de amostra

REC – Volume insuficiente / REC – Tempo de conservação inadequado / REC – Sem identificação / REC – Hemólise / REC – Tubo EDTA congelado / REC – Anticoagulante inadequado

Dias de recebimento de amostras

Segunda / Terça / Quarta / Quinta / Sexta / Sábado / Domingo

Prazo de entrega

Fezes: 12 dias úteis. Demais materiais: 9 dias úteis.

Consulte sempre a última versão disponível no site.

Última atualização: v1 (06/05/2022)

1/1

gdpr-image
Este site utiliza cookies para melhorar a sua experiência. Ao navegar, você concorda com a nossa Política de Privacidade.
Leia mais