(031) 2531-2200
relacionamento@tgt.life

CDIFFQL

Clostridioides difficile Toxigênico, PCR Qualitativo

Setor

INF – INFECTOLOGIA

Material

Fezes não formadas (Diarreicas)

Sinônimos

Clostridioides difficile por PCR; Clostridium difficile por PCR; Pesquisa por PCR Clostridium difficile; Pesquisa por PCR C. difficile; Pesquisa de Clostridioides nas fezes por PCR; Pesquisa por PCR para detecção de C. difficile; Pesquisa de Clostridioides difficile por PCR GeneXpert; Toxina A e B de C. difficile.

Método

PCR multiplex em sistema GeneXpert®

Recipientes de coleta

Vide Instruções de coleta.

Instruções de coleta

Fezes não formadas (Diarreicas): As amostras de fezes (não-sólidas e não-contaminadas com urina) na quantidade de 5 g, ou volume mínimo de 2 mL, deverão ser coletadas diretamente no frasco de coleta com tampa de rosca, sem conservante, específico para amostras fecais.

Instruções de conservação e envio

  • Todas as amostras devem ser acondicionadas e transportadas ao laboratório em até 5 dias após a coleta, desde que refrigeradas (2-8 °C) em recipiente isotérmico, higienizável e impermeável, evitando o contato direto dos tubos com o gelo reciclável;
  • Caso as amostras não possam ser refrigeradas, o transporte poderá ser realizado em temperatura entre 20 e 30 °C no prazo máximo de 24 horas.

Documentação necessária

  • Todas as amostras devem ser cadastradas no MatrixNET (http://exames.tgt.life), indicando no campo apropriado, os dados clínicos do paciente e justificativa do exame;
  • Informar medicamentos atualmente em uso pelo paciente;
  • Enviar contato do médico solicitante, caso haja necessidade de algum esclarecimento adicional.

Aplicação clínica

O ensaio Xpert Clostridioides difficile, realizado nos sistemas do instrumento GeneXpert®, é um teste qualitativo de diagnóstico concebido para a identificação e diferenciação de toxina B e toxina binária a partir de amostras fecais apropriadas, colhidas de pessoas sob suspeita de infeção por C. difficile (CDI). O teste utiliza a tecnologia da reação em cadeia da polimerase (PCR) em tempo real para detectar o microrganismo produtor de toxina que está associado à infecção. O ensaio destina-se a ajudar no diagnóstico de CDI.

Critérios de rejeição de amostra

REC – Volume insuficiente / REC – Tempo de conservação inadequado / REC – Sem identificação / REC – Hemolisada / REC – Identificação inadequada

Dias de recebimento de amostras

Segunda / Terça / Quarta / Quinta / Sexta / Sábado / Domingo

Prazo de entrega

24 horas

Consulte sempre a última versão disponível no site.

Última atualização: v1 (16/12/2022)

1/1

gdpr-image
Este site utiliza cookies para melhorar a sua experiência. Ao navegar, você concorda com a nossa Política de Privacidade.
Leia mais