(031) 2531-2200
relacionamento@tgt.life

SEXFET

Sexagem Fetal, PCR Qualitativo

Setor

Genética Humana

Material

Sangue periférico (plasma)

Sinônimos

Sexagem Fetal; Detecção por PCR do DNA fetal para determinação sexual; DNA fetal no sangue materno; Determinação do sexo genético fetal por PCR

Método

Reação em cadeia da polimerase em tempo real (qPCR)

Recipientes de coleta

Tubo EDTA K2 com Gel Separador

Instruções de coleta

Sangue periférico: Colher 2 tubos EDTA K2 com gel separador contendo 4,0 mL cada (obrigatório o envio de dois tubos). Após a coleta, homogeneizar para evitar a coagulação e enviar no próprio tubo (NÃO será recebida alíquota). Não é necessário jejum. Após a homogeneização, centrifugar os tubos a 2.200g por 15 minutos, dentro de no máximo quatro horas após a coleta do material, caso este não chegue ao laboratório neste intervalo de tempo.

IMPORTANTE: 

  • A coleta deverá ser realizada obrigatoriamente a partir da 8ª semana de gestação.
  • Os formulários devem ser preenchidos e enviados junto com a amostra (envio obrigatório).
  • Devem ser geradas 3 etiquetas de identificação: uma para cada tubo e uma para o formulário que deverá ser enviado devidamente preenchido e assinado pela paciente.
  • Este exame só pode ser realizado em pacientes maiores de 16 anos.

Instruções de conservação e envio

Todas as amostras devem ser acondicionadas e transportadas ao laboratório em até 5 dias da coleta, desde que refrigeradas (entre 2 a 8 °C) em recipiente isotérmico, higienizável e impermeável, evitando o contato direto dos tubos com o gelo reciclável.

Documentação necessária

  • Todas as amostras devem ser cadastradas no MatrixNET (http://exames.tgt.life), indicando no campo apropriado, os dados clínicos do paciente e justificativa do exame.
  • Preenchimento adequado do Questionário no momento da coleta.
  • Informar medicamentos atualmente em uso pelo paciente, especialmente anticoagulantes.
  • Enviar contato do médico solicitante, caso haja necessidade de algum esclarecimento adicional.

Aplicação clínica

Determinação do sexo do feto mediante detecção de fragmentos do cromossomo Y no plasma materno.

Critérios de rejeição de amostra

REC – Volume insuficiente / REC – Tempo de conservação inadequado / REC – Sem identificação / REC – Hemolisada / REC – Tubo EDTA congelado / REC- Identificação inadequada / REC – Coleta em outros tubos

Dias de recebimento de amostras

Segunda / Terça / Quarta / Quinta / Sexta / Sábado / Domingo

Prazo de entrega

24 horas

Máscara de laudo

Consulte sempre a última versão disponível no site.

Última atualização: v3 (28/07/2023)

1/1

(031) 2531-2200
relacionamento@tgt.life

Save as PDF

COVID19U

Sexagem Fetal, PCR Qualitativo

Setor

Genética Humana

Material

Sangue periférico (plasma)

Sinônimos

Sexagem Fetal; Detecção por PCR do DNA fetal para determinação sexual; DNA fetal no sangue materno; Determinação do sexo genético fetal por PCR

Método

Reação em cadeia da polimerase em tempo real (qPCR)

Recipientes de coleta

Tubo EDTA K2 com Gel Separador

Instruções de coleta

Sangue periférico: Colher 2 tubos EDTA K2 com gel separador contendo 4,0 mL cada (obrigatório o envio de dois tubos). Após a coleta, homogeneizar para evitar a coagulação e enviar no próprio tubo (NÃO será recebida alíquota). Não é necessário jejum. Após a homogeneização, centrifugar os tubos a 2.200g por 15 minutos, dentro de no máximo quatro horas após a coleta do material, caso este não chegue ao laboratório neste intervalo de tempo.

IMPORTANTE: 

  • A coleta deverá ser realizada obrigatoriamente a partir da 8ª semana de gestação.
  • Os formulários devem ser preenchidos e enviados junto com a amostra (envio obrigatório).
  • Devem ser geradas 3 etiquetas de identificação: uma para cada tubo e uma para o formulário que deverá ser enviado devidamente preenchido e assinado pela paciente.
  • Este exame só pode ser realizado em pacientes maiores de 16 anos.

Instruções de conservação e envio

Todas as amostras devem ser acondicionadas e transportadas ao laboratório em até 5 dias da coleta, desde que refrigeradas (entre 2 a 8 °C) em recipiente isotérmico, higienizável e impermeável, evitando o contato direto dos tubos com o gelo reciclável.

Documentação necessária

  • Todas as amostras devem ser cadastradas no MatrixNET (http://exames.tgt.life), indicando no campo apropriado, os dados clínicos do paciente e justificativa do exame.
  • Preenchimento adequado do Questionário no momento da coleta.
  • Informar medicamentos atualmente em uso pelo paciente, especialmente anticoagulantes.
  • Enviar contato do médico solicitante, caso haja necessidade de algum esclarecimento adicional.

Aplicação clínica

Determinação do sexo do feto mediante detecção de fragmentos do cromossomo Y no plasma materno.

Critérios de rejeição de amostra

REC – Volume insuficiente / REC – Tempo de conservação inadequado / REC – Sem identificação / REC – Hemolisada / REC – Tubo EDTA congelado / REC- Identificação inadequada / REC – Coleta em outros tubos

Dias de recebimento de amostras

Segunda / Terça / Quarta / Quinta / Sexta / Sábado / Domingo

Prazo de entrega

24 horas

Revisão: v2 (31/05/2022)